Menu
A+ A A-

Produção de Cogumelos Shiitake


A produção de cogumelos saprófitos, é uma área com um interesse crescente devido ao valor acrescentado que apresentam os cogumelos nos vários mercados.

As suas qualidades alimentares e gastronómicas, estão na base desta crescente procura por alimentos saudáveis e funcionais. O facto de poderem ser produzidos a partir de desperdícios agrícolas (palhas diversas, carolo de milho, podas, etc.) convertendo-os num resíduo com um grande potencial de utilização como composto orgânico, é uma mais-valia desta produção.

De uma forma geral os cogumelos podem ter benefícios para a saúde como:

  • Antioxidantes
  • Redutores de colesterol
  • Hipo-glicémicos(diabetes)
  • Anti-tumorais
  • Imuno-modeladores

O shiitake pode ser produzido de forma industrial em blocos de serrim esterilizados e em câmaras de produção climatizadas ou em alternativa em troncos de madeira em infra-estruturas produtivas muito mais simples.

A qualidade dos cogumelos produzidos em troncos de madeira é muito superior e reconhecida pelos consumidores.

A produção de shiitake em modo biológico em troncos de madeira nesta região, apresenta diversas vantagens competitivas relativamente ao Shiitake produzido industrialmente e ao importado da China, a saber:

  • A qualidade dos cogumelos obtidos e o reconhecimento por parte dos consumidores. (estes cogumelos tem cerca 2,5 vezes mais concentração de Lentinela (composto activo com reconhecidas propriedades medicinais) que os produzidos industrialmente.
  • A proximidade do mercado europeu, em apenas 3 dias consegue-se colocar os cogumelos nos mercados de maior consumo (Holanda, Alemanha e Reino Unido). Os cogumelos importados da China viajam de barco e demoram 22 dias a chegar ao centro a Europa. Sendo os cogumelos produtos altamente perecíveis é notória a qualidade com que os nossos cogumelos podem chegar ao consumidor.
  • O reduzido investimento em infra-estruturas quando comparado com a produção industrial, tem influência directa nos custos de produção.
  • O clima temperado do Litoral, permite produzir estes cogumelos durante todo o ano com custos energéticos e de produção muito reduzidos.
  • O consumo semanal de shiitake em Portugal tem aumentado nos últimos anos e neste momento situa-se nos 1500 kg, centrada no canal HORECA e distribuição de gama Alta.

O centro da Europa importa da China 40 a 60 Toneladas de shiitake por semana. Estes cogumelos viajam 22 dias de barco, sendo este produto altamente perecível, as condições em que sejam ao consumidor são questionáveis.

  • A produção nacional actual é de cerca de 200 kg/semana, produzidos em modo industrial o resto do consumo é assegurado por importações de Espanha e da Holanda.

Os cogumelos shiitake são muito utilizados na indústria alimentar, cozinhados directamente ou transformados em patés, conservados, secos, desidratados, etc. e na indústria farmacêutica como complementos, essencialmente devido às altas concentrações de Lentinela.

Login or Register